Projeto DigifotoWeb


Resumo da Proposta
Em face da ampla disseminação da ISAD-g como padrão internacional de descrição arquivística e em face das especificidades dos documentos imagéticos, propomos a elaboração de diretrizes para aplicação da norma em materiais fotográficos. O estado atual de conhecimento sobre o problema é resultante tanto de nossa discussão sistematizada sobre a descrição arquivística, como o enfrentamento de desafios práticos na aplicação da norma de descrição em arquivos permanentes, bem como na experiência acumulada na coordenação do projeto DIGIFOTO/CNPq, desde 2003. Para que a gestão documental de acervos fotográficos arquivísticos seja mais eficiente, buscamos articular elementos de informação visual (embasados em referenciais de Panofsky), com dados de organicidade arquivística. Os princípios do DIGIFOTO serão, agora, sistematizados em um sistema eletrônico para cadastramento, gestão e acesso de materiais fotográficos arquivísticos.

O estágio atual representa o esforço de tradução do antigo banco de dados em Access para uma plataforma web. A metodologia prevê, através de orientações, seminários, programas de leitura e experiências práticas de organização arquivística: a) a rediscussão do estatuto arquivístico do documento fotográfico à luz dos avanços da diplomática contemporânea e b) a elaboração de proposta efetiva de organização arquivística de acervo fotográfico, tendo como pano de fundo a articulação entre diplomática e tipologia documental.

Como resultado principal, o presente projeto proporá a elaboração de uma proposta capaz de articular as especificidades do documento fotográfico com os princípios arquivísticos, apresentando, na forma de um aplicativo piloto, um repositório on-line de fotografias que concilie as proposições da norma internacional com os fundamentais dados contextuais exigidos pelos tradicionais instrumentos arquivísticos de pesquisa.

Breve histórico

O projeto Digifoto teve origem no curso de História da Universidade Estadual de Maringá (UEM) em 2003, com apoio do CNPq. Em 2005 ele foi transferido para a Universidade de Brasília (UnB), junto ao Departamento de Ciência da Informação e Documentação (CID). Com a apresentação do relatório final ao CNPq esta fase foi dada como encerrada e a pesquisa prosseguiu sem financiamento. Entre 2006 e 2010 novos apoios financeiros foram buscados, com a ampliação da problemática, sob novas denominações (ISADFoto e Arqfotoweb). Nesse período, sem suporte financeiro os produtos de pesquisa têm denominações diversas. Uma equipe de alunos da Universidade Católica de Brasília, entre 2007 e 2009, se dedicou à conversão da plataforma original, feita em 2005, em Access, para a Internet. Em 2010 o CNPq, decidiu, através de bolsa de produtividade, voltar a apoiar a pesquisa, cujo primeiro instrumento de divulgação científica é o presente blog.

Textos ligados ao Digifoto
Confira abaixo, em ordem cronológica inversa, o link para alguns textos e vídeos diretamente relacionados com o projeto.

  • 2010 Resumo expandido do projeto.
    LOPEZ, André Porto Ancona. DIGIFOTO WEB: repositório digital de materiais fotográficos de arquivo; resumo. Brasília, UnB/DPP: 2010. 
  • 2009 Integra do projeto aprovado pelo CNPq
    LOPEZ, André Porto Ancona. DIGIFOTO WEB: repositório digital de materiais fotográficos de arquivo; descrição detalhada. Brasília: CNPq, 2009.
  • 2009 Monografia sobre o Digifoto da UCB-DF
    SILVA, André Luis Martins e MACIEL, Antenor Wendler. DIGIFOTO WEB. Monografia (Bacharelado em Ciência da Computação) - Graduação em Ciência da Computação da UCB, Brasília, 2009.
  • 2009 Artigo na Universum (Chile)
    LOPEZ, André Porto Ancona. El contexto archivístico como directriz para la gestión documental de materiales fotográficos de archivo. Universum, Talca, v. 23, n. 2, 2008 .
  • 2008 Entrevista para a UnB TV.
  • 2006 Monografia Pedro Paulo
    FREITAS, Pedro Paulo Madeira de. Descrição de documentos imagéticos: a experiência do DIGIFOTO, um estudo de caso. Monografia ((Bacharelado em Biblioteconomia) - Graduação em Biblioteconomia da UnB, Brasília, 2006.
  • 2003 Artigo na Gragoatá
    LOPEZ, André Porto Ancona. Arquivos pessoais e as fronteiras da arquivologia. Gragoatá: Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras. Niteroi: UFF, n. 15, Acervos literários, p.69-82, 2º sem. 2003. 
Outros textos
Para acessar textos elaborados e/ou orientados por membros do grupos de pesquisa, relacionados com a temática dos documentos imagéticosreferenciados em posts deste blog acesse a página dos textos da equipe aqui. Para acessar textos referenciados em posts deste blog acesse a página da bibliografia citada aqui. Os projetos discentes podem ser acessado em página específica aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente & Argumente